Close

Instituto Secular

O que é Instituto Secular ?

É uma forma de vida consagrada na Igreja para pessoas inseridas no mundo; que conservando sua identidade laical, vivem plenamente sua consagração batismal no seguimento de Jesus Cristo. Sua consagração as impele a serem radicalmente fiéis ao Evangelho.

Permanecem em seu ambiente natural, como fermento na sociedade, sendo uma presença ativa e transformadora das pessoas e da realidade. É uma vocação pessoal discernida e vivida como resposta a um chamado divino. Evangelizam a partir da presença nos meios familiares, sócio-políticos, culturais e profissionais.

“A novidade e a originalidade dos Institutos Seculares consistem no modo de viver a consagração, continuando a ser secular na forma comum a todos, na vida temporal e no pluralismo consentido aos Institutos Seculares. A consagração secular é uma verdadeira e própria consagração, segundo os conselhos evangélicos, mas sem a visibilidade própria da consagração religiosa” (Papa Paulo VI – Alocução ao Congresso Mundial dos Institutos Seculares, 20/09/72).

“A autêntica secularidade, objetivo dos Institutos Seculares, reveste-se dos sentimentos de Cristo para ser sinal do seu amor no mundo. O consagrado secular deve promover as realidades da ordem natural, com o compromisso de fazer intervir os valores da fé, integrando-os harmoniosamente na vida. Assim contribuirá para mudar o mundo a partir de dentro, colocando em prática as possibilidades cristãs e evangélicas escondidas, mas já presentes e operantes nas coisas do mundo” (João Paulo II – Alocução em 28/08/1980).

O Papa Bento XVI afirma que Deus é tudo em nossa vida. Considera que essa escolha de Deus exige uma confiança absoluta e total nele, conformando a própria vida com Cristo, por meio dos conselhos evangélicos, nota fundamental e exigente, num empenho de alpinistas do espírito.

Bento XVI acentuou o ser consagrado no meio do mundo, como arautos de esperança, na promoção e no testemunho das virtudes humanas, para a construção de uma sociedade justa, fruto da fé verdadeira e da esperança nos caminhos do mundo e de uma sociedade confusa.

Os Institutos Seculares se fundamentam nos documentos do magistério do Papa Pio XII:

– Constituição Apostólica “Provida Mater. Ecclesia”, 1947;

– Motu Proprio “Primo Feliciter”, 1948;

– Instrução “Cum Santissimus, 1948;

– Vários discursos dos Papas: Paulo VI, João Paulo II e Bento XVI;

– Decreto Perfectae Caritatis (nº 11);

– Código de Direito Canônico ((Cânones 710 – 739);

– Exortação Apostólica Pós Sinodal sobre a Vida Consagrada e sua Missão na Igreja e no Mundo, 1996.